quarta-feira, 17 de abril de 2019

Polícia Federal cumpri mandado de busca e apreensão em uma residência em Vitória de Santo Antão

Polícia Federal - Foto: Imagem de Arquivo/Agência Brasil

Da radio jornal com agencia brasil


A Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreensão em uma residência na cidade de Vitória de Santo Antão, Região Metropolitana do Recife (RMR), nesta terça-feira (16). Um celular foi apreendido e será encaminhado para a coordenação da Operação Grandes Rios, em Natal, no Rio Grande do Norte, onde passará por perícia técnica.

Além de Pernambuco, outros 20 mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos estados do Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul,e de São Paulo.

A operação foi uma ação conjunta da Polícia Federal (PF), do Ministério Público Federal e da Receita Federal que visa combater fraudes de um grupo criminoso que abria fábricas de cigarros em nome de “laranjas” e enriquecia com sonegação de impostos e lavagem de dinheiro.

A estimativa é que a fraude alcance os R$ 3,5 bilhão, de acordo com a Polícia Federal.
Modus operandi

O grupo operava nas fábricas de cigarro em nome de “laranjas”, não pagava os impostos e ficava com o lucro. Quando as empresas tinham o registro para funcionamento cancelado em função da sonegação de impostos, os criminosos passavam a operar uma nova fábrica, também em nome de “laranjas”. Os lucros eram convertidos em bens e valores acumulados no Brasil e no exterior por meio de lavagem de dinheiro.

De acordo com a PF, são investigados os crimes de falsificação de selo ou sinal público de cigarros, sonegação de tributos federais, lavagem de capitais, organizações criminosa e evasão de divisas.

Participam diretamente da operação 110 servidores da Polícia Federal e 65 da Receita Federal. A operação foi batizada de “Grandes Rios” devido aos principais estados envolvidos: Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro.
Blog do Brother
Envie sugestões de pautas para rubemardejesus@gmail.com

 Loja de informática Brasil facin