Pesquisar por Notícias

sábado, 23 de março de 2019

Case Vitória recebe projeto com oficinas educativas e aula citada em publicações da ONU


Artesanato, literatura e ações ligadas à sustentabilidade estiveram na programação voltada aos socioeducandos

O Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Vitória de Santo Antão, na Mata Sul de Pernambuco, recebeu, na sexta-feira (22), o projeto GEIDH Presente. A iniciativa viabilizou a realização de dez oficinas educativas para os 60 adolescentes da unidade, que é administrada pela Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase). A jornada de atividades contemplou áreas como literatura, meio ambiente e artesanato. Os socioeducandos ainda puderam conhecer e participar de um projeto de ciências desenvolvido nas salas de aula de outra unidade da Funase e que já teve destaque em publicações da Organização das Nações Unidas (ONU).

Com uma fórmula que leva água aquecida, vinagre, bicarbonato de sódio e sabão de coco, os estudantes aprenderam a desenvolver detergente caseiro não poluente. O projeto começou no anexo da Escola Estadual Frei Jaboatão, que fica dentro do Case Jaboatão dos Guararapes, e, em janeiro deste ano, recebeu menção no Twitter da ONU France et Monaco e nas páginas da Revista PEA-Unesco. Além de serem alvo dessa mesma experiência, os adolescentes do Case Vitória ainda participaram de outras ações desenvolvidas por pedagogos e professores que atuam nas escolas públicas situadas em outros centros de internação da Funase.

A equipe da escola do Case Cabo de Santo Agostinho, por exemplo, levou os projetos “Arte e Sustentabilidade na Escola” e “Soletrando”. Ainda foram realizadas as ações “Guarda-chuva Amarelo” (Case Abreu e Lima), “Leitura” e “Sexualidade” (Case Timbaúba), “Miçangas e Bijuterias” (Case/Cenip Arcoverde), “Arte e Matemática” (Case Caruaru), “Mamulengos” (Case Jaboatão) e “Conservando a Água Limpa”. As oficinas na área de sustentabilidade ainda tiveram integração com o viveiro florestal que funciona no Case Vitória de Santo Antão desde 2018, por meio de uma parceria com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

O projeto GEIDH Presente foi realizado pela Secretaria Estadual de Educação e Esportes (SEE), por meio da Secretaria Executiva de Desenvolvimento da Educação e da Gerência de Educação Inclusiva, Direitos Humanos e Cidadania. “A caravana de educação é positiva por envolver todos os estudantes nas oficinas durante os dois turnos. É um momento de muito acolhimento e participação”, afirmou a coordenadora do Eixo Educação da Funase, Sônia Melo. “O evento foi um sucesso. É algo que renova os adolescentes, as equipes e gera o sentimento de dever cumprido”, completou o coordenador geral do Case Vitória, Ricardo Veríssimo.

As oficinas também foram acompanhadas pela juíza Clenya Pereira, da Vara Regional da Infância e Juventude de Vitória de Santo Antão, pelo chefe de unidade de Educação no Atendimento Socioeducativo da SEE, Hugo Regis, e por outros gestores da secretaria, da Funase e da Escola Estadual Professora Amélia Coelho, que funciona no Case Vitória. “O projeto valoriza toda a contribuição que a educação oferece à ressocialização. Ter a participação ativa dos estudantes na elaboração das atividades de recepção e a brilhante atuação nas oficinas indica que estamos no caminho certo”, disse a coordenadora da escola, Zoraide Pereira de Deus e Melo.

O mesmo projeto já foi realizado com sucesso no Case Caruaru e no Case Timbaúba, em 2018. A expectativa é de que o Case/Cenip Arcoverde seja a próxima unidade da Funase atendida. “Os adolescentes foram contemplados com diversos conhecimentos ministrados de forma lúdica, mas com caráter pedagógico. Ações como essas realizadas na Funase potencializam a criatividade e contribuem para o desenvolvimento intelectual deles”, finalizou a coordenadora técnica do Case Vitória, Karolinna Ferreira.


Assessoria de Comunicação da Funase

Blog do Brother
Envie sugestões de pautas para rubemardejesus@gmail.com

 Brasil Facin no Mercado Livre