domingo, 1 de abril de 2018

Caso Marielle: Testemunhas afirmam que PMs mandaram sair do local


Correio24horas

De acordo com depoimentos ao jornal O Globo, as testemunhas, que foram ouvidas separadamente, permaneceram no local até a chegada da polícia, mas saíram de lá sem serem ouvidas por orientação de policiais militares


Duas testemunhas afirmam ter presenciado os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes. As duas pessoas contaram detalhes do crime para o jornal carioca O Globo. Segundo a publicação de hoje, as duas foram ouvidas separadamente e deram relatos idênticos.

A reportagem revela novos detalhes sobre a execução. As informações foram dadas por duas testemunhas que não foram ouvidas pela polícia. Ambas teriam afirmado que policiais militares mandaram testemunhas sair do local do crime.


Segundo as testemunhas, o carro em que os assassinos estavam imprensou o veículo conduzido por Anderson no qual estavam Marielle e uma assessora parlamentar e que quase subiu na calçada. Ambas disseram, também, que só viram um veículo no momento em que foram feitos os disparos. As imagens de câmeras de vigilância sugeriam que dois veículos haviam perseguido o carro em que a vereadora estava.

As testemunhas disseram também que viram um homem negro, que estava sentado no banco de trás do carro dos criminosos, colocando o braço para fora do veículo com uma arma de cano alongado e que o armamento parecia ter um silenciador.
Prostesto na Cinelândia, no centro do Rio, por conta do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) (foto: AFP)
Leia mais aqui

http://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/caso-marielle-testemunhas-afirmam-que-pms-mandaram-sair-do-local/
Publicidade
 Loja online Brasil Facin


Loja de accessórios para informática, celulares, papelaria, decoração, moldura, quadros, tintas para bulk ink, pen-drive, carregadores, cabos, suporte para celular, etc

DIETA DE EMAGRECIMENTO COMPROVADO EM 3 SEMANAS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *