quarta-feira, 7 de março de 2018

Senado aprova proposta que criminaliza a chamada 'vingança pornográfica'


Três projetos relacionados à proteção da mulher contra crimes de violência e invasão da intimidade foram aprovados pelo Plenário do Senado nesta quarta-feira (7). O primeiro item foi uma proposta que tipifica criminalmente a conduta de descumprir medidas protetivas de urgência, instrumento previsto na Lei Maria da Penha (PLC 4/2016). Outra proposta aprovada torna crime o registro ou divulgação, não autorizada, de cenas da intimidade sexual, a chamada “vingança pornográfica” (PLC 18/2017). A relatora, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), lembrou que muitas mulheres já cometeram suicídio depois da divulgação de fotos íntimas na internet. O Plenário ainda aprovou projeto que dá competência à Polícia Federal para investigações interestaduais e transnacionais de crimes cometidos pela internet, que tenham relação com a propagação de ódio ou de aversão às mulheres (PLC 186/2017). Mais detalhes na reportagem de Paula Groba, da Rádio Senado.


Da Agencia Senado

Publicidade
 Loja online Brasil Facin


Loja de accessórios para informática, celulares, papelaria, decoração, moldura, quadros, tintas para bulk ink, pen-drive, carregadores, cabos, suporte para celular, etc