quinta-feira, 1 de março de 2018

Michel Temer anuncia R$ 42 bilhões para segurança nos estados

Segundo o presidente, o montante poderá ser utilizado em investimentos para o reequipamento das polícias estaduais


O presidente Michel Temer anunciou nesta quinta-feira (1) um plano de ajuda financeira aos estados para investimentos em segurança pública. A informação foi transmitida a todos os governadores, em reunião no Palácio do Planalto.

Ao todo serão oferecidos, R$ 42 bilhões, por meio de uma linha de crédito subsidiada, em sua maior parte, pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES). Os recursos estarão disponíveis ao longo de cinco anos. Do total, R$ 5 bilhões serão disponibilizados já em 2018. Segundo o presidente, o montante poderá ser utilizado em investimentos para o reequipamento das polícias estaduais.

Na abertura do encontro com os governadores, Michel Temer pediu a cooperação dos estados na luta contra a criminalidade.

“Tem uma certa simbologia esse encontro, porque ele visa pedir aos senhores, como eu pedi no Rio de Janeiro, que os senhores nos respectivos estados, possam reunir as entidades todas, a partir do Ministério Público local, a partir do tribunal de Justiça local, do Judiciário local e, ao mesmo, tempo reunindo a sociedade, as entidades representativas da sociedade, para que todos possam mobilizar-se em favor da segurança pública”.

Após a intervenção federal na segurança pública do estado do Rio de Janeiro, o combate à criminalidade se tornou a principal pauta do governo Michel Temer. O Planalto criou um ministério especifico para tratar o assunto, a pasta Extraordinária da Segurança, que, agora, comanda as Polícias Federal e Rodoviária Federal, além da Força Nacional de Segurança e do Departamento Penitenciário Nacional.

À frente do novo ministério, Raul Jungmann participou do encontro de Temer com os governadores, assim como outros nove ministros. Ao todo, estiveram presentes 16 governadores e sete vice-governadores, além do interventor na área de segurança no Rio, general Walter Braga Netto e dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia. O presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, também participou do encontro.

Reportagem, João Paulo Machado

 Loja Brasil Facin

DIETA DE EMAGRECIMENTO COMPROVADO EM 3 SEMANAS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *