Pesquisar por Notícias

domingo, 21 de janeiro de 2018

ALERTA! Pernambuco ultrapassa a marca de mais de mil acidentes com escorpiões em 2017, veja o que fazer...

Dicas de saúde, ataques de escorpiões.

Escorpiões migram para casas e quintais no período das chuvas. Por isso, é importante intensificar os cuidados para evitar ataques (Priscilla Buhr/Acervo JC Imagem)

Pernambuco ultrapassa a marca de mais de mil acidentes com escorpiões em 2017

Cinthya Leite

O Centro de Assistência Toxicológica de Pernambuco (Ceatox/PE) realizou 4.857 primeiros atendimentos pela central telefônica (0800 7226001), em 2017, para auxiliar casos de intoxicações exógenas ou acidentes com animais peçonhentos. O quantitativo é 6% maior que 2016, com 4.578. Somando os primeiros atendimentos ao trabalho de acompanhamento dos casos no ano passado, o número sobe para 12.960 – contra 10.717 em 2016 (ampliação de 20%). “Os principais casos continuam sendo relacionados aos acidentes com animais peçonhentos, principalmente escorpião”, diz a pediatra Lucineide Porto, coordenadora do Ceatox/PE.

Dos 1.975 primeiros atendimentos relacionados com animais peçonhentos, 1.329 foram de picadas de escorpião em 2017 – 11% a mais do que em 2016, quando foram registrados 1.184 primeiros atendimentos. Depois dos animais peçonhentos, vêm medicamentos e agrotóxico agrícola, conhecido popularmente como chumbinho.

“A população precisa saber que, em casos de acidente, é imprescindível lavar o local da picada do escorpião apenas com água e sabão e seguir para a unidade de saúde mais próxima, para que seja feito o tratamento para dor local. Se a vítima for uma criança de até 12 anos, que tem risco de morte, pode haver indicação do uso do soro contra o veneno. Vale ressaltar que menores picados por escorpiões obrigatoriamente não necessitam tomar o soro específico, sendo indispensável uma criteriosa análise da equipe médica para avaliar a necessidade do soro”, reforça Lucineide.
Todo atendimento do Ceatox/PE é feito pelo 0800 7226001 (ligação gratuita), que funciona 24 horas por dia, sete dias da semana, para prestar informações para a população e profissionais de saúde (Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem)

No Estado, o soro está disponível no Hospital da Restauração (Recife) e Hospital Jaboatão-Prazeres (Jaboatão dos Guararapes). No interior, no Hospital João Murilo (Vitória de Santo Antão) e nos hospitais regionais de Limoeiro, Palmares, Garanhuns, Arcoverde, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada, Salgueiro, Ouricuri e Petrolina, além do Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru.

Importante lembrar que, se a população observar presença de escorpiões nas residências, é necessário entrar em contato com a vigilância ambiental municipal e solicitar uma visita ao imóvel.

“Precisamos continuar orientando a população para evitar essas ocorrências. Mas existindo o caso, os pernambucanos precisam saber que o 0800 7226001 do Ceatox funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana e que a ligação é gratuita. Estamos aptos a auxiliar os profissionais de saúde na realização do atendimento especializado, além de orientar a população em geral”, frisa Lucineide.