Pesquisar por Notícias

quarta-feira, 14 de junho de 2017

DIÁRIO OFICIAL DESTACA REPÚDIO DE JOAQUIM LIRA À PARÓDIA DE ASA BRANCA FEITA POR FUNKEIRO



O Diário Oficial do Estado, em seu Caderno Legislativo, destaca nesta quarta-feira (14) o discurso do deputado Joaquim Lira na tribuna da assembleia na tarde de ontem.

Em tom efusivo, o parlamentar declarou repúdio à paródia feita pelo funkeiro MC Yuri à música Asa Branca, composta em 1947 por Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira. O artista, natural de São José do Rio Preto (SP), fez uma versão pornográfica da canção original que, em ritmo de baião, apresenta a experiência de um sertanejo enfrentando o ciclo da seca.

Para o parlamentar, o objetivo do funkeiro foi alcançar reconhecimento e fama instantâneos. “A música Asa Branca, lançada há sete décadas, traduz o sentimento do homem sertanejo. Não será agora, com esta paródia, que a obra-prima do cancioneiro nordestino será desfigurada pelo oportunismo”, criticou. Lira ressaltou, no entanto, que sua rejeição está voltada apenas para a versão da paródia e seu autor, mas não ao estilo musical do funk. “Não se trata de uma condenação aos MCs e, muito menos, a essa forma musical, utilizada muitas vezes para protestar sobre um tema”, explicou.

Em apartes, os deputados Romário Dias (PSD), Tony Gel (PMDB), Rodrigo Novaes (PSD) e Zé Maurício (PP) reforçaram o posicionamento de Joaquim Lira. “É muito triste ouvir um sujeito fazer deboche deste hino”, lamentou Dias, sugerindo que a Casa mova um processo contra o MC, bem como contra uma vereadora do município de Farroupilha (RS) que teria feito afirmações racistas contra o povo nordestino. “Quem deturpa uma música como Asa Branca comete um crime de lesa-pátria contra o Nordeste”, afirmou Tony Gel, que voltou a defender a valorização de artistas regionais nas festas de São João. “A gente precisa exaltar nossa cultura e nossos artistas. O Governo do Estado prioriza a produção local, mas é preciso que os municípios e, sobretudo, a população, também valorizem o que é nosso”, acrescentou Novaes. “Este MC precisa aprender que músico tem que ter responsabilidade”, concluiu Zé Maurício.



Com informações do: http://200.238.105.211/cadernos/2017/20170614/6-PoderLegislativo/PoderLegislativo(20170614).pdf


[Consultoria de Comunicação]



Blog do Brother
Whatsapp 81 9 8737-5012
E-mail; Rubemardejesus@gmail.com

Facebook: https://www.facebook.com/Brother1973Baixe nossos Aplicativos - na Play Store

Participe de grupo blog do irmão enviando seu contato para 81 98737-5012

Sugestões de pautas, elogios, e reclamações use os contatos acima.

AVISO! A reprodução total ou parcial é tão permitida desde que uma fonte de energia, de outra forma iremos denunciar aos organismos competentes por plágio.




Acesse o site comofazisso.com