sábado, 5 de agosto de 2017

Jogadores de time gaúcho são dispensados após vídeo de masturbação no vestiário


O Sport Clube Gaúcho, time da terceira divisão do Rio Grande do Sul, virou assunto mais comentado nas redes sociais após um vazamento de um vídeo realizado na última sexta-feira (30) onde três jogadores aparecem em um ato de masturbação no vestiário da equipe. Depois do vídeo cair na internet, três atletas e o responsável pela gravação foram dispensados da agremiação.


Reprodução

Em entrevista ao programa 'Timeline', da Rádio Gaúcha, na manhã desta quarta-feira (5), o presidente Gilmar Rosso, comentou o vazamento do vídeo. "Isso aconteceu depois do horário de trabalho. Foi no vestiário do clube, não tinha mais ninguém no vestiário, a não ser os quatro jogadores e o nosso roupeiro que estava recolhendo as redes do campo depois do treinamento. Passado um tempo, eles ficaram sozinhos, e o roupeiro me ligou. 'Presidente, temos um problema aqui'. E eu disse: 'Opa, alguém morreu, mataram alguém?'. E ele disse: 'Não, é uma situação constrangedora'. Se ninguém matou, não roubaram nada, deixa pra amanhã de manhã. No dia seguinte, me mandaram o vídeo. Quando eu cliquei, não deu um segundo e eu deletei o vídeo. Não me interessa o que o jogador faz depois do expediente, não somos guardiões da moral e dos bons costumes de ninguém", explicou.


Na oportunidade, o mandatário argumentou que os quatro jogadores foram desligados pois descumpriram uma regra interna. "O clube preza por uma regra, instituída desde o começo do ano. Damos as regras do que pode e o que não pode fazer com a camisa do Gaúcho e envergando a camisa do Gaúcho. E é proibido, determinado por mim, fazer fotos, vídeos sem a autorização prévia do Esporte Clube Gaúcho. Na outra sala, reuni os quatro e disse que não iria falar como presidente, mas como pai. Tenho dois filhos. 'Vão para casa, falem com os seus familiares, contem a verdade e expliquem o que aconteceu. Segunda-feira, vocês voltam. Não vou mandar vocês embora por essa situação. Vocês vão embora, vamos fazer um acordo e vocês seguem a vida. Vocês vão terminar o vínculo, não pelo vídeo, mas pelo não cumprimento da regra de não fazer foto ou filmagem'. Eles cometeram ato de indisciplina. Se fosse heterossexual, lésbica, não teria problema algum. Não temos preconceito com ninguém", salientou.

O clube não divulgou os nomes dos jogadores no incidente. O time de Passo Fundo figura na terceira colocação do Grupo D da segunda fase da terceira divisão gaúcha com 13 pontos. Nesta quinta-feira (6), a equipe recebe o Igrejinha e, se vencer, pode garantir vaga nas quartas de final da competição. (Com informações da Rádio Gaúcha).

[Bonde]
Blog do Brother
Whatsapp 81 9 8737-5012
Facebook: https://www.facebook.com/Brother1973Baixe nossos Aplicativos - na Play Store

Participe de grupo blog do irmão enviando seu contato para 81 98737-5012

Sugestões de pautas, elogios, e reclamações use os contatos acima.


AVISO! A reprodução total ou parcial é permitida desde que fonte seja citada, de outra forma iremos denunciar aos orgãos competentes por plágio..

banner dos apps